quinta-feira, 14 de agosto de 2014

Curiosidade sobre a Igreja de Nosso Senhor do Bonfim





Bartolo Sarnelli adicionou 4 novas fotos.


Igreja de Nosso Senhor do Bonfim – Salvador/Ba.


Em postagem anterior coloquei a foto do gradil que contorna a Igreja, cheia de fitinhas significando pedidos e agradecimentos da população a um dos Santos mais popular de Salvador. e prometi contar o resto da próxima vez... Uma amiga, me cobrou , dizendo que iria aguardar o próximo capítulo e aqui está ele, claro que resumidamente. O porquê da construção da Igreja. Segundo é do meu conhecimento e através de algumas informações obtidas e mesmo uma poucas pesquisas , a história é a seguinte :
A Igreja de Nosso Senhor do Bonfim , uma das mais famosas de Salvador , foi construída sobre o cume de uma colina , conhecida como a Colina Sagrada , na península itapagipana e é uma das mais freqüentadas , principalmente às sextas feiras, onde se realiza , todos os anos , a chamada “ lavagem do Bonfim “ , um grande dia em Salvador, Em épocas passadas , a lavagem era mesmo realizada dentro da própria igreja , mas , depois , a festa ficou restrita à parte externa , provavelmente devido à presença de um grande público e à festa popular na praça em frente ao templo. A festa cresceu muito o movimenta, praticamente, toda a cidade.
Mas, vamos ao assunto principal !
A imagem do Senhor do Bonfim foi trazida de Portugal pelo Capitão da marinha portuguesa THEODÓZIO RODRIGUES DE FARIA . tendo chegado em 18.04.1745 , dia que coincidiu com um domingo de Páscoa. A sua vinda para o Brasil foi fruto de uma promessa do capitão que, ao ver-se envolvido por uma tremenda tempestade , prometeu que, se sobrevivesse, traria a imagem de sua devoção . Sobreviveu e cumpriu a promessa , trazendo uma réplica daquela existente em Setúbal. Como ainda estava por ser construída a igreja, a imagem ficou guardada na Igreja da Penha , até a sua conclusão , que aconteceu em 1754 , quando foi possível transferi-la para a atual Igreja de Nosso Senhor do Bonfim. Junto com ela , veio aquela de N.Sra. da Guia que se encontra , hoje, no mesmo local







2 comentários:

luana bassi Bassi disse...

spestou adorando ler seu blog...valeu amigo, moro em sp, mas amo a bahia.
luana

Varlce disse...

Obrigada pela informação.
Sarnelli também é cultura da boa e soteropolitana!
Um abraço
Varlice