terça-feira, 14 de abril de 2009

Cigarro , um futuro duvidoso !

Posted by Picasa

E agora , o que é que eu faço ?


Esta é uma pergunta que os fumantes inveterados devem estar fazendo a si próprios , com a nova situação, com a guerra decretada contra os cigarros. Quem gosta de chupar a fumaça através daquele tubinho de papel recheado de tabaco , e milhares de porcarias, vai ter mesmo que se virar para curtir uma tragadinha ... Já não está havendo espaço para eles...Só poderão pitar nas ruas ou em locais ventilados. Os fumódromos, vão acabar , estão proibidos .!!!

Já tem tempo que este pessoal que passa as horas acordadas pendurado naquele canudinho de papel , produzindo fumaça e soprando-a nos rostos das pessoas , poluindo os ambientes , vem sendo olhado com cara feia pelas pessoas que se sentem incomodadas com o cheiro do fumo , com a fumaça , principalmente em ambientes fechados, que absorvem um mau cheiro insuportável para quem gosta de respirar ar puro. Ter , ao lado, uma fonte poluidora , é um sofrimento ! O pior é que os fumantes contestam os seus direitos e aí surgem os conflitos. Quais são os direitos dos fumantes e quais são aqueles do cidadão ou da cidadã que não fumam , que não querem e nem suportam a fumaça lançada no ar por um vizinho de mesa ou que esteja no mesmo ambiente ?

A discussão está no ar e na ordem do dia !

A investida contra o fumo vem de todos os lados. Da medicina, dos ambientalistas, do povo que se sente incomodado e agora do governo , por motivos econômicos. Forçado a baixar impostos em certas áreas , para se recuperar, aumenta aquele do cigarro que tem, na realidade, mais impostos, do que mesmo fumo para o fumante aspirar...

Ontem passei na banca de revistas na pracinha, aqui perto de casa e perguntei ao Romualdo, dono da banca de revista, os preços de alguns maços de cigarros . Aqui estão eles :

A marca Hollywood passou de 2,60 para 3,50
Derby 2,50 3,00
Carlton 3,40 4,50
Free 3,25 4,25
Plaza 2,60 3,25

Para quem só consome um maço ( geralmente o fumante consome dois , mas vamos ficar com um apenas ) por dia , considerando que a marca seja HOLLYWOOD , em 30 dias, estará transformando em fumaça a importância de R$ 115,50 e enchendo o seu pulmão de nicotina , com riscos seríssimos para a sua saúde. Quem não quiser pagar parte dos prejuízos da crise, tem, agora, duas opções : a primeira delas é não ligar para a saúde , pagar o aumento e continuar chupando a fumaça pelo canudinho de papel branco ; a segunda, é ter juízo , aproveitar a crise, se rebelar contra ela , dizer não ao governo e pegar a chance para deixar de lado o cigarro e recuperar o prejuízo na saúde , que ele já lhe deu... coisa que leva um certo tempo , mas deixa marcas !

O autor destas linhas fumou por cerca de 30 anos, mas teve a sorte e tempo, ainda, para parar no momento oportuno . Há quase 40 não toca num cigarro , se incomoda com um fumante ao seu lado e chegou à conclusão de que fumar é, simplesmente, burrice ! Cuide-se. Jogue o seu maço de cigarro na lata do lixo e goste de você mesmo . Com força de vontade, qualquer um supera a crise . É só querer ! Todos os fumantes sabem os riscos que correm ... Não faltam informações...

Sarnelli
14.04.2009

6 comentários:

Cristiano disse...

Mas como mesmo com esse aumento o cigarro ainda é barato. Vejam só, hoje em dia as pessoas estão viciadas em falar em celular e estão dispostas a pagar em media R$1,00 pelo minuto. Se o dinheiro está sobrando tando assim para o telefone então os fumantes deveriam pagar um valor semelhante por cada cigarro. Uma carteira de cigarro ficaria por uns R$10,00. Maravilha

Sarnelli disse...

Eu também acho que o consumo não vai diminuir ... Quem pode gastar , vai continuar queimando dinheiro e prejudicando a saúde e, quem está viciado, aquele que compra um cigarro de cada vez, como acontece por aqui, vai continuar também - Eu apoiaria um aumento violento...mesmo que entrasse no cálculo da inflação !...

Bia disse...

Meu amigo querido, gostei muito do que escreveste. Sabes que não sou fumante, e aqui em casa ninguém tolera o cheiro do cigarro. Mas vou te dizer: a impressão que tenho é que nem mesmo o aumento do preço irá fazer com que fumem menos: as pessoas irão preferir abandonar o leite... o bife... o remédio... o sapato... mas não o cigarro. Além do mais, a pressão da indústria fumageira não é pequena... Aqui no sul, em especial quem mora na região de Santa Cruz, sabe disto...
Queria ser mais otimista, mas não consigo...

rac disse...

Ótimo desabafo, grande Sarnelli.
Sou fumante de uma maço diário do hollybomba.
Concordo plenamente sobre a proibição total de se acender em locais públicos fechados, ninguém é obrigado a dividir o mesmo espaço fechado com um fumante.
Concordo com a taxação agressiva, não só os cigarros mas também sobre, os vinhos, as cervejas, os uísques, as cachaças etc. Desde que abaixe-se proporcionalmente os ingredientes da cesta básica.
E digo mais, todo cidadão que comprovadamente faça uso prolongado de produtos que causem danos a saúde, deveriam ser proibidos ou cerceados do direito da assistência pública gratuita.
Ainda luto para me libertar deste mal.

Sarnelli disse...

Cristiano, bem se vê que você não é fumante. Uma carteira de cigarros contém 20 unidades, o que elevaria o seu custo parta 20 reaIS . Não somente os cara parariam de fumar, comomo diminuiriam os custos de tratamentos no INSS ou no SUS...

Anônimo disse...

vc fala isso pq no seu tempo podia fumar em qualquer lugar... pense quando vc fumava, se aparecesse uma lei dessas, como iria reagir??
na moral, estou cansado de ler e ouvir coisas de ex fumantes... parece q vcs tem inveja, sei la... se tornaram verdadeiros "xiitas" contra o tabaco... concordo com relação a lugares fechados e outros locais onde possa prejudicar outras pessoas... mas radicalismo nunca leva a nada, no máximo ira conseguir levantar o ódio de quem não concorda com a tua opnião... sem mais... vo nessa!